Autoclave: A importância da esterilização completa dos instrumentos | Gris
breadcrumbs

Autoclave: A importância de uma esterilização completa dos instrumentos

Home » Esmalteria » Autoclave: A importância de uma esterilização completa dos instrumentos

autoclave-gris-beleza

Autoclave: A importância de uma esterilização completa dos instrumentos

Autoclave por definição é um instrumento de esterilização de materiais e ferramentas médicas-hospitalares, por meio de calor e pressão.

O instrumento foi idealizado por Charles Chamberland, inventor e auxiliar de Louis Pasteur. 

A ação combinada da temperatura, pressão e umidade promovem a termo-coagulação e desnaturação de proteínas enzimáticas e estruturais dos microrganismos, causando sua morte. 

Consiste em um cilindro metálico, que pode ser tanto horizontal como vertical, que possui uma resistência interna cuja função é aquecer a água; uma tampa com parafusos para fechá-la hermeticamente, válvulas de segurança e para saída de ar; um indicador de temperatura e pressão e controle de temperatura. 

Desse modo, é trivial que o material a ser autoclavado seja resistente às temperaturas utilizadas. 

 

A esterilização por autoclave é um dos processos mais comuns em laboratórios, hospitais, empresas e indústrias sendo um método eficiente, rápido e econômico utilizado para esterilizar materiais termorresistentes.

 

Na prática laboratorial, os meios de cultura antes de serem usados precisam ser esterilizados pelo aquecimento do meio em uma autoclave.

 

Dentre suas vantagens, pode-se citar alta eficiência da esterilização; equipamentos de simples operação e de baixo custo. 

 

Devido a todas essas vantagens, a autoclave se popularizou nos centros de estética de todo o mundo. 

 

E é sobre esse universo estético que se utiliza da autoclave que vamos falar hoje, além de toda a importância da assepsia e dicas para profissionais de esmalteria.

 

Autoclave para centros de estética

 

São equipamentos de tamanho bem reduzido, ideais para esterilização de quantidade pequena de material, como é o caso de salões de manicure e pedicuro, consultórios médicos e odontológicos, pequenos centros de saúde e outros. 

Eles esterilizam a uma temperatura de 134° C em 12 minutos (ciclo total de esterilização).

As autoclaves podem ainda ser do tipo horizontal ou vertical. 

As do tipo horizontal possuem paredes duplas, separadas por um espaço onde o vapor circula para manter o calor na câmara interna durante a esterilização. 

As do tipo vertical não são adequadas, pois dificultam a circulação do vapor, a drenagem do ar e a penetração do vapor, por causa da distribuição dos pacotes a serem esterilizados, que ficam sobrepostos. 

As autoclaves fazem todo o processo, sendo desnecessária a intervenção humana entre as etapas. Basta, então, higienizar os equipamentos adequadamente, embalá-los e depois colocá-los na autoclave.

  • Durante a esterilização: verificar constantemente os indicadores de temperatura e pressão.
  • Após a esterilização: a porta do aparelho deve ser aberta lentamente e deve permanecer entreaberta de 5 a 10 min.

 

Por que realizar a esterilização dos instrumentos?

Todas as mulheres gostam de manter as unhas bonitas e saudáveis

Com o crescimento dos salões e centros de estéticas no mercado da beleza, um dos fatores primordiais que o cliente deve levar em consideração é a higiene.

Os profissionais que lidam com unhas lidam com materiais e utensílios cortantes é necessário ter o máximo de cuidado.

Isso porque a falta de esterilização dos materiais, pode transmitir desde fungos, que causam micoses, até bactérias e vírus mais graves como o da  hepatite e do HIV.

Separamos algumas dicas para serem observadas nessas questões, pois todos os instrumentos de perfuração ou corte podem causar infecção ou outros acidentes. 

Alguns dados coletados pela Secretaria de Saúde de São Paulo são assustadores, pois:

  • 85% das manicures entrevistadas não sabiam que o sangue infectado transmite as hepatites B e C;
  • 74% não se vacinaram contra a hepatite B;
  • 54% procuram esterilizar seus instrumentos em estufa, mas não o fazem na temperatura e no tempo adequados
  • 26% procuram esterilizar seus instrumentos em autoclave, mas não sabem usá-la corretamente
  • 8% aquecem os instrumentos em fornos de cozinha, o que não surte efeito esterilizador

 

Quais os materiais que devem ser esterilizados?

Todos os materiais perfurocortantes devem passar por esterilização. São eles:

  • Alicates de cutícula
  • Alicates de unha
  • Espátulas
  • Palitos de aço
  • Tesouras

As famosas lixas de unha devem ser descartadas a cada uso, pois a reutilização coloca em risco a saúde do cliente, pela acumulação de micro-organismos como fungos e bactérias.

 

Utilização da autoclave é determinação da Vigilância Sanitária

Atualmente, toda e qualquer esterilização destes materiais deve ser feita através da Autoclave, sendo proibido qualquer outro procedimento caseiro.

A normativa ainda diz que é necessário um lugar preparado somente para esse procedimento com todo material utilizado no processo. 

Dicas de esterilização para profissionais

 

1 – Tipo de equipamento e seu funcionamento

Apesar da Autoclave ser de utilização obrigatória, há quem utilize a estufa, que funciona com o calor saturado aliado à alta pressão, promovendo a limpeza pelo calor seco.

No entanto, este equipamento não permite a esterilização de materiais com partes plásticas. Ele funciona apenas para instrumentos feitos com aço inoxidável. 

Fique atento em todas as informações necessárias estão sempre disponíveis no manual de instruções que acompanha o produto. 

Não abra mão de ler o manual antes de iniciar qualquer procedimento.

 

2 – Limpeza dos materiais

Sempre verifique a limpeza dos objetos antes de colocar na esterilizadora. É imprescindível que eles estejam completamente limpos. 

Isso quer dizer que os alicates devem estar sem qualquer resquício de cutícula ou unhas, por exemplo.

Antes de colocar os objetos em uma esterilizadora, é importante que eles estejam limpos.

Uma boa dica valiosa é limpar com água, escova e detergentes específicos antes da esterilização, sem esquecer de enxaguar com bastante água.

 

3 – Tempo de esterilização no equipamento

O tempo de espera da esterilização precisa ser respeitado para haver eficiência no processo. 

Se isso não acontecer, os microorganismos como vírus e bactérias podem ficar incubados nos instrumentos que não forem esterilizados corretamente. 

Neste momento, não tenha pressa. É necessário aguardar a finalização do ciclo do equipamento.

 

4 – Não reutilize envelopes

Os envelopes específicos para o uso na autoclave auxilia no procedimento, porém, eles são de uso único devem ser descartados logo após a utilização.

Fique atento na parte lateral do envelope, pois eles trazer uma marca indicadora que avisa quando o material estiver pronto para uso. 

A cor da tarja só altera após o procedimento da Autoclave, após o tempo necessário.

5 – Frequência da utilização

 

A esterilização de um material deve acontecer sempre que o mesmo for utilizado. 

Quando o assunto é a limpeza de instrumentos, não existe um processo que permita longos períodos sem repetição. 

O ideal é que a profissional tenha sempre mais de um alicate, espátula, entre outros, para que possa revezar o uso entre as clientes, enquanto um deles passa por esterilização.

Agora que você você já sabe tudo sobre a Autoclave e as técnicas de esterilização necessárias para um procedimento seguro no cuidado com as unhas, não esqueça de escolher um centro estético e profissionais que cumprem todos esses cuidados.

Aqui na Gris Beleza, a preocupação com a saúde de nossos clientes é prioridade em qualquer um dos nossos serviços.

Continue sempre ligado em nosso blog para conferir dicas, curiosidades e informações sobre todo o mundo da estética. 

Deixe um Comentário

Relacionados

banho-de-gel-nas-unhas

Banho de Gel: Proteção prolongada para suas unhas

Autoclave por definição é um instrumento de esterilização de materiais e ferramentas médicas-hospitalares, por meio de calor e pressão. O instrumento foi idealizado por Charles Chamberland, inventor e auxiliar de Louis Pasteur.  A ação combinada da temperatura, pressão e umidade promovem a termo-coagulação e desnaturação de proteínas enzimáticas e estruturais dos microrganismos, causando sua morte.  […] leia mais
unha-de-fibra-de-vidro-1

Unha de Fibra de Vidro: Saiba tudo sobre essa nova tendência

A unha de fibra de vidro veio para ficar. Preparamos esse super artigo para você saber tudo sobre essa grande tendência. leia mais

NEWSLETTER

Receba as notícias em seu e-mail